Notícias

17º Festival de Bandas e Danças agita o final de semana no Colégio Poliedro



Rock’n Roll, MPB, DJ, Dança e Food Trucks com uma galera muito talentosa no 17º Festival de Bandas e Danças

O festival aconteceu no último sábado, dia 6 de outubro, no Colégio Poliedro São José dos Campos. A tarde começou animada e a plateia curtiu cada uma das sete bandas, formadas por alunos do Colégio Poliedro, que tocaram covers nacionais e internacionais com direito a músicas autorais, e mais cinco apresentações de dança de tirar o fôlego!

“Este é o segundo ano que participo do festival, que é muito bonito. É importante dar voz aos nossos alunos, nós podemos ver o potencial e o brilho que cada um tem e isso é fundamental para o Poliedro, é muito gratificante. Como dizia Vinícius de Moraes, que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure”, destacou André Pavaneli Buscariolo (Jaú), professor de física do Colégio Poliedro.

Além da presença dos alunos e professores que prestigiaram o evento, uma banca de jurados elegeu a melhor banda e a equipe de dança de maior destaque.

Todos os participantes foram avaliados individualmente em diferentes categorias e também foram premiados com troféus de: melhor música própria, melhor compositor, melhor guitarrista, melhor baixista, melhor baterista, melhor instrumentista, melhor vocalista, melhor música cover, melhor música solo, melhor dançarino, melhor dançarina e melhor apresentação de dança.

As Bandas participantes foram: The Lovers (com os integrantes Arthur Kerber Peixoto, Gabriela Rizzo, Davi Fagundes e Amarildo Junior), Cactus (Catharina Gaspar Perrucci, Rodrigo de Faria Soares Ribeiro, Rafael Andrade e Mariana Rossi), Cola Bastão (Enrico Vasques Boczar, Lucas Oliveira, João Victor Rodrigues e Victor Vale), Marcapasso (Rafael Andrade, Pedro Gambaro e  Giovana Guimarães), A Tomada (Catarina Nikoluk, Luiz Felipe Nogueita, Enrico Vasques Boczar e Luigi Bonocchi), John Bran & A Tomada (João Pedro Brandão, Luiz Nogueira, Enrico Boczar, Catarina Nikoluk e Gustavo Vieira), Cavok (Nícolas Queiroga, Vinícius Vinha, Lucas Oliveira e Davi Hemann).

Na final das bandas, os destaques com as maiores pontuações foram para A Tomada e Cavok. Nas categorias individuas, os destaques foram para: Melhor música própria: A Tomada – Melhor música cover: Cavok / Melhor composição/letra: A Tomada / Melhor Guitarrista: Davi Hemann – Cavok / Melhor Baterista: Luigi Bonocchi – A Tomada / Melhor Baixista: Lucas Oliveira – Cavok / Melhor Tecladista: Vinicius Vinha – Cavok / Melhor Instrumentista: Enrico Boczar – A Tomada / Melhor Vocalista: Catarina Nikoluk – A Tomada.

“Nós participamos do festival desde 2015, é sempre diferente a cada ano. Tocar para uma galera que você conhece não tem preço. A música abre muitas portas porquê é uma linguagem universal, muitas vezes não conseguimos nos expressar através da língua, mas se você tem a essência da arte, através da música, é perfeito”, comentou Davi de Oliveira, estudante do Colégio Poliedro e integrante da Banda Cavok.

Na dança, se apresentaram: Pietra Padilla (solo com a coreografia Same as well). Paola Grassi (coreografia com a música Is your love enough), Pietra Fagá (coreografia da música Salute), Pakoto (Pietra Padilla e João Makoto, I like me better), Joyce Chao (coreografia tradicional chinesa).

Na final, o troféu de melhor dançarino foi para João Makoto Muta, Joyce Chao ficou com o de melhor dançarina, o de melhor apresentação de dança foi para João Makoto Muta e Pietra Padilha.

O Festival de Bandas e Danças é realizado anualmente há 17 anos no Poliedro. É uma ação cultural intensa que incentiva a arte, apoia novos talentos e propicia uma grande integração dos alunos com a instituição e a comunidade escolar. A entrada foi 1kg de alimento não perecível foi para fins sociais.

Clique aqui e veja as fotos do evento em nossa página no facebook!

#17ºFestivaldeBandaseDanças #ColégioPoliedroSJC #cultura #música #arte #cultura #educação #integração