NotŪcias

Do Poliedro para o Mundo

Excelência acadêmica e suporte pedagógico diferenciado do Colégio Poliedro ajuda alunos que querem estudar em boas universidades internacionais

 

universidade

O aluno Davi Hemann de Oliveira, da 3ª série do Ensino Médio, aprovado para o curso de Produção Musical na Full Sail University, Flórida

 

Cursar uma prestigiada universidade estrangeira, principalmente nos Estados Unidos, √©, sem d√ļvida, o sonho de muitos estudantes.

No Colégio Poliedro, alguns alunos também estão se preparando para esse desafio, o que exige, além de uma boa formação acadêmica, o preenchimento de diversos requisitos e a participação em processos seletivos bem diferentes em relação aos realizados na maioria das universidades brasileiras.

√Č nesse momento que entra em cena o suporte diferenciado oferecido pelo Poliedro, visto que a qualidade do apoio pedag√≥gico da escola √© fundamental para que o aluno explore todo o seu potencial e conquiste seus objetivos.

‚ÄúN√£o queremos apenas abrir algumas portas para os alunos. O que queremos mostrar aos alunos √© que eles podem ter as chaves para abrir muitas portas em qualquer lugar do mundo‚ÄĚ, afirma Jos√© H√©lio de Moura Filho, coordenador pedag√≥gico do Col√©gio Poliedro. ‚ÄúN√£o ensinamos apenas os conte√ļdos previstos nas disciplinas. Nosso m√©todo busca fazer com que o estudante deseje o melhor e tenha perspectivas e iniciativas‚ÄĚ, enfatiza H√©lio.

 

De malas prontas

 

universidade

O aluno Davi durante sua visita à Full Sail University, onde iniciará as aulas em março do ano que vem

 

Davi Hemann de Oliveira, 17 anos, aluno da 3¬™ s√©rie do Ensino M√©dio no Col√©gio Poliedro de S√£o Jos√© dos Campos (na escola desde o 6¬ļ ano do Ensino Fundamental), j√° est√° praticamente de malas prontas. ‚ÄúFui aprovado para o curso de Produ√ß√£o Musical na Full Sail University, que fica na cidade de Winter Park, Fl√≥rida. √Č uma das melhores faculdades da √°rea, e estou muito feliz porque terei contato com professores atuantes no maior mercado de Produ√ß√£o Musical do mundo‚ÄĚ, explica o estudante, que come√ßar√° as aulas em mar√ßo do pr√≥ximo ano.

Davi toca guitarra desde os 8 anos de idade, sendo esse o principal instrumento para ele. O aluno tamb√©m toca piano e bateria e atua na √°rea de Produ√ß√£o Musical h√° algum tempo, j√° possuindo m√ļsicas pr√≥prias que inclusive foram assinadas por boas gravadoras e comercializadas at√© mesmo em outros pa√≠ses (clique aqui e confira).

O estudante Davi durante visita aos est√ļdios da Full Sail University

 

Atualmente, o estudante est√° produzindo m√ļsicas para duas empresas e por isso passa boa parte do dia dentro de um Est√ļdio. Questionado sobre como consegue equilibrar os estudos com esse projeto, ele destaca o apoio que recebeu da escola. ‚ÄúA coordena√ß√£o sempre me apoiou e me incentivou, e para me ajudar na concilia√ß√£o das aulas com meus projetos, fui dispensado de aulas √† tarde‚ÄĚ, conta. Ele tamb√©m ressalta a forma√ß√£o acad√™mica de qualidade e os ensinamentos que levar√° para a vida toda. ‚ÄúO Poliedro me ensinou a ter determina√ß√£o e compromisso com as minhas atividades, mostrando que atingir grandes objetivos √© poss√≠vel desde que eu fa√ßa o meu papel. Al√©m disso, a forma√ß√£o que tive aqui foi fundamental para eu conseguir enfrentar um processo seletivo que exigiu grande capacidade de an√°lise e interpreta√ß√£o de textos.‚ÄĚ

 

Orientação e suporte para todos

Al√©m do suporte da Orienta√ß√£o Educacional oferecido a todos os alunos, o Col√©gio Poliedro de S√£o Jos√© dos Campos tamb√©m disponibiliza uma orienta√ß√£o direcionada √†queles que est√£o se preparando para os vestibulares ou para aplica√ß√Ķes (application,¬†processo de admiss√£o de institui√ß√Ķes estrangeiras).

‚ÄúPodemos ajud√°-los em todo o processo, o que inclui a parte documental, o passo a passo da aplica√ß√£o, a identifica√ß√£o dos pontos fortes e pontos fracos e as dicas de atividades que podem enriquecer o curr√≠culo‚ÄĚ, explica Ma√≠ra Oliveira Bentim, psic√≥loga respons√°vel pela √°rea de Orienta√ß√£o para Vestibulares e Carreira. ‚ÄúPara a decis√£o sobre o curso, o mais importante √© trabalhar com o aluno a quest√£o do autoconhecimento, para que ele se sinta o mais seguro poss√≠vel diante dessa grande oportunidade que acompanha grandes desafios, incluindo a quest√£o de mudan√ßa de pa√≠s‚ÄĚ, complementa Ma√≠ra.

Os estudantes que pretendem estudar em outros pa√≠ses tamb√©m podem contar com o apoio dos professores, que podem ajud√°-los com a reda√ß√£o de textos para o processo de admiss√£o, cartas de recomenda√ß√£o e materiais de refer√™ncia que podem ser √ļteis durante todas as etapas.

A psic√≥loga Ma√≠ra tamb√©m destaca que atividades extracurriculares, incluindo as que acontecem no pr√≥prio Col√©gio, podem ajudar bastante nos processos seletivos. ‚ÄúPara uma aplica√ß√£o mais competitiva, √© importante que o aluno tamb√©m realize um trabalho individual de pesquisa e aprimoramento do curr√≠culo acad√™mico, o que pode incluir a participa√ß√£o em eventos e treinamentos que a pr√≥pria escola oferece, como √© o caso do PoliONU, a Feira do Conhecimento, as aulas de idiomas e a participa√ß√£o nas Olimp√≠adas Cient√≠ficas‚ÄĚ, explica.

 

Preparação e expectativas

 

Os alunos Luccas Kenzou Makita e Larissa Fabi√£o da Fonseca, que est√£o se preparando para processos de admiss√£o em universidades americanas

 

Outros alunos também estão se preparando para ingressar em um curso superior nos EUA, como é o caso dos estudantes Luccas Kenzou Makita e Larissa Fabião da Fonseca, ambos na 3ª série do Ensino Médio.

Larissa pretende fazer Ci√™ncias da Computa√ß√£o, √°rea em que come√ßou a ter interesse ap√≥s ter contato com aulas de programa√ß√£o em anos anteriores. ‚ÄúVi que a programa√ß√£o possibilita desenvolver muitas coisas e fiquei fascinada. Sobre estudar fora, o est√≠mulo veio ap√≥s o contato com estudantes estrangeiros que conheci por meio do programa Smart‚ÄĚ, explica a aluna. ‚ÄúEu tamb√©m fiz um Summer Program no ano passado, uma esp√©cie de interc√Ęmbio curto, o que me fez ver que os EUA seriam uma √≥tima op√ß√£o para a √°rea que quero seguir‚ÄĚ, conclui.

Sobre o apoio que teve no Poliedro, Larissa destaca a qualidade da forma√ß√£o acad√™mica. ‚ÄúPara o processo seletivo que preciso enfrentar, a base que tenho aqui √© muito boa e vai permitir com que eu consiga fazer a aplica√ß√£o e as provas. A prepara√ß√£o para olimp√≠adas cientificas tamb√©m me ajudou muito, e a participa√ß√£o tamb√©m conta nesse processo.‚ÄĚ

O estudante Luccas quer fazer algo na √°rea de Finan√ßas, e cita como exemplos os cursos de Economia e Business. ‚ÄúO fato de minha irm√£ estudar fora e o interc√Ęmbio que fiz foram incentivos para eu querer uma universidade americana. H√° muitas institui√ß√Ķes boas, em diversos lugares dos EUA, e eu vou tentar ao menos em dez‚ÄĚ, comenta Luccas. ‚ÄúO Poliedro me ajudou com a parte acad√™mica e tamb√©m a ter um curr√≠culo rico que vai me ajudar muito na an√°lise. Tamb√©m sou grato ao apoio que recebi da Ma√≠ra e do coordenador H√©lio, pois ambos me deram suporte‚ÄĚ, destaca o aluno.