Notícias

Os benefícios de participar de competições científicas



As olimpíadas do conhecimento, independentemente da área, abrem um universo de oportunidades aos estudantes

Matheus Faria de Sousa, ex-aluno da 3ª série do Ensino Médio – Aprovado no curso de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e medalhista na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), na Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), na Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG) e na Olimpíada Brasileira de Química Júnior (OBQJr).

Ao participar de olimpíadas do conhecimento, os competidores fazem muito mais do que simplesmente testar o que foi aprendido em sala de aula, desafiar outros estudantes e conquistar medalhas e premiações, visto que essas atividades abrem um leque de novas oportunidades. As competições estudantis são um incentivo ao aprendizado e à descoberta de novos campos da ciência e da tecnologia, podendo influenciar, inclusive, a escolha profissional de cada estudante.

“Já participei de olimpíadas científicas em várias áreas do conhecimento. A partir do 8o ano, ao perceber que gostava mais de Humanas, resolvi participar somente de competições de História e Geografia. É uma experiência muito boa, na qual aprendemos muito. Recomendo a todos.”  Thiago Miranda Horta, aluno da 3ª série do Ensino Médio –  Medalhista na Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB).

Devido a esses e outros fatores, o Colégio Poliedro incentiva e prepara seus alunos para que eles possam participar dessas olimpíadas científicas; como consequência, os resultados têm sido muito significativos. Em 2017, por exemplo, os estudantes do Poliedro conquistaram 397 premiações em competições estudantis, sendo 54 medalhas de ouro, 177 de prata e 138 de bronze, além de 28 menções honrosas. Um crescimento de 52,1% no número de medalhas em comparação com os resultados alcançados no ano anterior.

“Acreditamos que essas conquistas aumentem ano após ano, uma vez que o Poliedro estimula a participação de seus alunos nesses eventos”, afirma Thiago Costa, coordenador da equipe de Olimpíadas Científicas e da Turma ITA do Curso Poliedro. “As competições científicas são fundamentais para o desenvolvimento de diversas habilidades entre os alunos, possibilitando ainda que eles apresentem um crescimento pessoal e acadêmico significativo”, completa.

Uma das cinco equipes do Poliedro premiadas na Olimpíada Nacional de História, que contou, ao todo, com quatro mil equipes inscritas. Crédito: Organização ONHB

Uma das cinco equipes do Poliedro premiadas na Olimpíada Nacional de História, que contou, ao todo, com quatro mil equipes inscritas. Crédito: Organização ONHB

Confira algumas das vantagens de participar das olimpíadas do conhecimento:Desenvolver a capacidade de enfrentar desafios:

A participação em disputas e desafios é algo estimulante. Ademais, em olimpíadas, a superação de obstáculos está atrelada à capacidade de competir com pessoas com tantas aptidões quanto você. Dessa forma, quanto mais participar dessas competições, mais o estudante se sentirá estimulado e capaz de desenvolver a sua criatividade, fazendo com que se sinta menos pressionado diante de novos desafios.

Ampliar o conhecimento e desenvolver o raciocínio

As olimpíadas científicas possibilitam ao estudante ir muito além do que é ensinado nos livros didáticos e em sala de aula, contribuindo para que ele possa testar seu nível de conhecimento em relação a outros alunos. Ao estudar para essas competições, o participante busca novas fontes de informação, como a internet e os livros paradidáticos, propiciando o acesso a novos horizontes de estudos.

Conhecer novas possibilidades

A troca de informações e de experiências entre os competidores permite que eles conheçam novas possibilidades e ideias para suas trajetórias profissionais. Além disso, por meio dessas olimpíadas, também é possível conhecer os professores das principais universidades do país e do exterior, que são referência em competições nacionais e internacionais do gênero.

Acrescentar experiências ao currículo

Um currículo repleto de conquistas é um ponto positivo para o estudante, pois a premiação em olimpíadas científicas é um importante diferencial para o futuro. Algumas faculdades reconhecem essas conquistas como um grande atributo, concedendo bolsas de estudo parciais ou integrais aos alunos que são destaque nessas competições.

Estudar para o vestibular

Ao participar dessas atividades, o aluno, inevitavelmente, estará se preparando para um vestibular ou para uma avaliação escolar. Essas competições possuem nível de exigência semelhante – quando não superiores – ao das provas dos principais vestibulares do país.

Dar os primeiros passos rumo ao mundo acadêmico

A conquista de um lugar no pódio não deve ser o único nem o principal objetivo dos competidores, pois tais desafios despertam o interesse dos participantes por disciplinas e conteúdos específicos. A participação nesses eventos é uma maneira de conhecer novos assuntos e de ter a oportunidade de dar os primeiros passos no mundo acadêmico de excelência.

“Comecei a participar dessas competições quando estava no Ensino Fundamental por incentivo dos professores. No Poliedro, temos suporte para que possamos nos preparar para essas atividades. Já participei de competições de Astronomia, Geografia, História e Química e pude conquistar medalhas nessas diferentes áreas. Hoje em dia sei que as olimpíadas realmente ajudam muito em nosso desenvolvimento e fazem a diferença no nosso histórico acadêmico e profissional.” , explica Thiago Miranda Horta.




25/03/2019