Notícias

Poliedro registra o melhor resultado de sua série histórica em Olimpíadas Científicas

Alunos do Colégio e Curso Poliedro conquistaram 600 premiações; quadro de medalhas teve crescimento de 51,1% em relação ao ano anterior

Olimpíadas Científicas

Thiago Costa, coordenador da equipe de Olimpíadas Científicas do Poliedro, e alunos medalhistas na OBMEP

 

O Poliedro concluiu a análise sobre os resultados finais obtidos nas Olimpíadas Científicas de 2018. Mais uma vez, um grande resultado foi registrado: os alunos das unidades sedes (Colégio e Curso) de Campinas, São José dos Campos e São Paulo conquistaram um total de 600 premiações em 26 competições (estaduais, nacionais e internacionais). O resultado é o melhor de sua série histórica e representa um crescimento de 51,1 % em relação ao ano anterior.

 

Gráfico de evolução dos resultados

 

“Somos referência no Vale do Paraíba e já estamos entre as três escolas mais premiadas do Estado de São Paulo no ranking geral com todas as competições. Nosso resultado cresce a cada ano e sabemos que aumentará ainda mais em função do desempenho dos alunos e do engajamento de todos os colaboradores do Poliedro”, destaca Lucas Nyari, coordenador de Inteligência Educacional do Sistema Poliedro.

O Colégio Poliedro também foi sede regional em São José dos Campos para diversas competições, entre elas a Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB), a Olimpíada Brasileira de Física (OBF), a Olimpíada Brasileira de Linguística (OBL), a Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) e a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A unidade do Colégio Poliedro em Campinas sediou, pela primeira vez, a OBB e a OBF.

 

Premiações e destaques

As 600 premiações foram obtidas por estudantes do Ensino Fundamental – Anos Finais, Ensino Médio e Pré-vestibular. Os alunos conquistaram 122 medalhas de Ouro, 128 de Prata, 183 de Bronze e 167 Menções Honrosas.
Olimpíadas Científicas

Quadro de medalhas 2018 (Colégio e Curso Poliedro)

 

O aluno Bruno Sussel Mendes Cunha Bastos, da 2ª série do Ensino Médio, obteve grande destaque no ano de 2018. Ele foi o mais premiado, pelo terceiro ano consecutivo, entre todos os alunos do Poliedro.

Somente no ano passado, Bruno ganhou 11 medalhas (sendo cinco de Ouro) e foi classificado para as seletivas internacionais de Física em 2020. Até hoje ele já acumulou 27 prêmios. “Acredito que para os estudantes que desejam conquistas olímpicas, é necessário, claro, de bastante estudo, mas também de persistência. Às vezes, você não consegue nem passar da primeira fase em um ano, mas no próximo consegue um desempenho excelente”, relata o estudante.

Quem também se destacou foi o estudante Davi Moura Micoski, aluno do 9º ano que conquistou a medalha de Bronze em uma competição internacional, a Olimpíada Matemática Rioplatense (OMR).

Além dos resultados acima, foram destaques para o Poliedro, em 2018: a conquista de seis medalhas de Ouro e a quebra do recorde nacional de alcance na Jornada de Foguetes pela equipe de alunos do Colégio Poliedro São Paulo; Três medalhas de Ouro na Olimpíada Brasileira de Física (OBF); Quatro medalhas de Ouro na Olimpíada Paulista de Física (OPF) e seis medalhas de Ouro na Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB).

 

Participação e benefícios 

Olimpíadas Científicas

 Alunos do Poliedro participantes da Olimpíada Paulista de Física (OPF) 2018, em fase realizada em Santo André-SP

 

As olimpíadas científicas, independentemente da área, abrem um universo de oportunidades aos estudantes.

Ao participar de olimpíadas, os competidores fazem muito mais do que simplesmente testar o que foi aprendido em sala de aula, desafiar outros estudantes e conquistar medalhas e premiações. As competições são um incentivo ao aprendizado e à descoberta de novos campos da ciência e da tecnologia, podendo influenciar, inclusive, a escolha profissional de cada estudante.

“As competições científicas são fundamentais para o desenvolvimento de diversas habilidades entre os alunos, possibilitando ainda que eles apresentem um crescimento pessoal e acadêmico significativo”, afirma Thiago Costa, coordenador da equipe de Olimpíadas Científicas e da Turma ITA do Curso Poliedro.

 

Apoio e suporte no Poliedro

 

Olimpíadas Científicas

Alunos do Ensino Fundamental do Colégio Poliedro participam de aula de Ciências com lançamento de foguetes feitos com garrafa pet, semelhantes aos utilizados durante a Mobfog (Mostra Brasileira de Foguetes)

O Poliedro possui uma equipe dedicada exclusivamente à organização das Olimpíadas Científicas que trabalha na divulgação, inscrição, treinamentos, aplicação de provas, transporte e acompanhamento para competições externas. Há também palestras logo no início do ano, para pais e alunos, nas quais são explicadas o que são as competições e quais os benefícios para quem participa.

Ao final de todos os anos é realizada uma cerimônia de premiação no evento “Destaque Poliedro”, que conta com a presença dos alunos premiados e seus familiares.

 

Olimpíadas Científicas

Professora e aluna medalhista do Colégio Poliedro em foto registrada durante o evento “Destaque Poliedro”

 

Olimpíadas Científicas

 

Aluno medalhista e familiares em foto registrada durante o evento “Destaque Poliedro”

Leia também: https://colegiopoliedro.com.br/2019/03/25/os-beneficios-de-participar-de-competicoes-cientificas/